segunda-feira, 28 de maio de 2012

Apanhadas

Ontem aproveitando os raios de sol fui até a uma esplanada com a minha irmã e a minha sobrinha que tem um ano e meio, entretanto a miúda na inquietude própria da idade começou a dar sinais de que queria circular, então fomos até à praça da República onde por lá podia correr à vontade e perseguir os pombos, chegámos lá vimos um mini palco montado com alguns instrumentos, um grupo de pessoas e enquanto não começava o dito concerto das colunas ecoava uma música, mas não ligámos nem perguntámos o que se ia passar, pois com a chegada do bom tempo costumam ter lugar umas iniciativas, então por lá ficámos sentadas junto à estátua que por lá existe juntamente com um grupo enquanto a miúda gastava as suas energias, entretanto comentámos que não víamos nenhuma cara conhecida no meio daquele grupo, coisa rara em uma cidade pequena, neste sítios há sempre alguém que conhecemos mas nem ligámos e eis que começa o dito concerto que logo nos soou estranho pelas palavras de abertura, então nesse mesmo momento uma rapariga aproximou-se para nos dar um folheto e eis que percebemos o porquê de tudo, era uma reunião da igreja Assembleia de Deus, estava explicado, então olhámos uma para a outra com uma vontade de rir enorme pegámos na miúda e fomos embora o mais rápido que conseguimos, depois é que começámos a perceber o porquê de termos sido olhadas como se fôssemos umas estranhas e no fundo éramos, não pertencíamos ali éramos umas novas caras da comunidade.

9 comentários:

  1. Já era tempo de te converteres, eheheh!

    ResponderEliminar
  2. ahahah Que barracada... de fugir.

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. Do melhor, metia o padre Borga a um canto :)

      Eliminar
  4. E vá lá, não terem tentado convertê-las quase à força até foi uma sorte! E se esses gajos são chatos... (E não especialmente dessa e de outras Igrejas ou seitas, mas de todas, quando os seus "pastores" julgam ser os únicos "iluminados" a entender as palavras de Deus...) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que fugimos na altura certa senão tínhamos levado uma lavagem cerebral, hoje já andava a pregar :)

      Eliminar
  5. Será caso para dizer: Ajoelhou vai ter que rezar?

    ResponderEliminar