sexta-feira, 25 de maio de 2012

Solidão

Ontem vi uma reportagem sobre pessoas de idade avançada que vivem em casas muitas vezes sem condições e completamente sozinhas, e dá que pensar, essas pessoas com reformas que nem dão para pagar as despesas básicas quanto mais para terem uma vida com dignidade, muitas sem família ou os filhos demasiado ocupados com as suas vidas para poderem dar assistência e as pessoas vivem à espera nem sabem de quê, muitas ficaram sem televisão por causa da tal TDT e não têm dinheiro para comprar o aparelho necessário, então a única coisa que os ligava ao mundo desapareceu e o silêncio e a solidão em que vivem é assustador, muitas vezes por vergonha não abrem a porta das suas casas para receberem assistência ou como vivem em prédios sem elevador e a saúde já não lhes permite sair à rua e como os vizinhos também vivem nessa mesma situação passam os dias que lhes restam sozinhos, e ouvir que passam fome é perturbante.
Para mim é uma situação muito triste e penso sempre que essas pessoas já foram novas, tiveram uma vida, família, amigos, situação económica boa e agora estão reduzidos a nada, só de pensar nos dias vazios e sempre iguais sem qualquer réstia de esperança causa-me revolta ver esta sociedade que se tornou egoísta em que olhamos só para o nosso umbigo e tudo o que é velho parece que deixa de ter importância e como não se vê, porque as pessoas estão aprisionadas nas suas casas, é como se não existisse, mas os novos de hoje também vão ser velhos e poderá acontecer-lhes o mesmo que estas pessoas estão a passar e aí arrependerem-se de não terem visitado os pais e terem ajudado, mas aí poderá ser tarde demais.
Compreendo que hoje em dia a vida das pessoas é muito mais stressante e os empregos absorvem a maior parte do tempo, mas saberem que têm pais ou familiares naquela situação e não fazerem nada, não consigo entender, às vezes basta um telefonema, uma visita para alegrarmos o dia de alguém.


Bom fim de semana.

10 comentários:

  1. Tudo verdade, e com tendência para se agravar uma vez que as pessoas cada vez têm menos disponibilidades financeiras. Em muitos casos, nem para a sua sobrevivência e dos filhos, quanto mais para se ocuparem dos velhotes, Rainha. Qualquer dia, nem para os lares as pessoas vão ter gente. Então é que vou ver o que acontecerá a grande parte dos velhos deste país

    ResponderEliminar
  2. Uma sociedade que não respeita os seus idosos, é uma sociedade podre. Seja a civil, seja o próprio estado.

    Beijo, bom fimd e semana.

    ResponderEliminar
  3. É impossível que alguém esteja completamente sozinha no mundo... eu bem sei que algumas pessoas são complicadas, mas todos precisamos de um apoio, de um amigo. Enervam-me os egoístas, os filhos que ignoram os pais, os amigos que desaparecem, os primos que só aparecem no funeral. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo que uma pessoa não tenha filhos há sempre alguém, mas por vezes essas pessoas são esquecidas.

      Eliminar
  4. Não vi a reportagem, mas imagino que sim, que não são poucos os casos em que essa solidão é avassaladora e nem se conhecem ao certo todas as dificuldades porque passam. Mas que imaginamos que são muitas. Uma tristeza!

    Bom fim de semana para ti!

    ResponderEliminar
  5. Já me puseste a chorar, a minha avó está no hospital e nem quero pensar nela com 86 se ão tivesse alguém para cuidar dela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vera, espero que a tua avó esteja melhor e que recupere, ainda bem que ela tem alguém como a tua família, deviam ser todos assim.

      Eliminar